A seleção nacional feminina de futebol de praia, que de 11 a 16 de Outubro, esteve nos jogos mundiais de praia no Qatar, no geral acabou por ficar em quinto lugar de entre todas as oito seleções.

No grupo A, Cabo Verde, depois de defrontar o Brasil, a Espanha e o México, acabou por ficar no quarto lugar. A organização da prova enviou para a Federação Cabo-verdiana de Futebol dez diplomas para as atletas nacionais onde nela se encontra escrito o quinto lugar do combinado nacional.

A selecionadora nacional, Silvéria Nédio, contou ao Presidente da FCF, Mário Semedo, da experiência de Cabo Verde nesta prova, onde foi a primeira participação internacional, numa seleção criada neste ano.

Para Mário Semedo, a participação e prestação só mostra que foi uma boa aposta da FCF no futebol feminino de praia, uma aposta para futuramente continuar.

Cabo Verde tinha ficado no Grupo A onde defrontou o Brasil (perdeu por 7-2), a Espanha (perdeu por 10-2) e o México (perdeu por 7-6). O combinado nacional marcou 10 golos e sofreu 24 na sua primeira participação numa competição internacional, numa seleção que foi formada neste ano.

O primeiro lugar foi para a Espanha que derrotou na final a Inglaterra. Em terceiro lugar ficou o Brasil e em quarto a Russia. Seguiu-se depois Cabo Verde, México, Paraguai e Estados Unidos da America.

Lembrando que Silveria Nedio, a selecionadora nacional, e Helder Gomes, o treinador adjunto, convocaram as seguintes atletas para a competição: Vanda Graça, Carolyn Tomar, Rosangela Lima, Jocilene Martins, Ruth Duarte, Simónica Duarte, Keila Delgado, Kelisa Fortes e as guarda-redes Melany Fortes e Jacinta Rodrigues.

Silveria Nédio e Jocilene Martins fazem uma avaliação positiva dos jogos mundiais de praia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *