No dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra Mulheres, a Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) e o Instituto Cabo-verdiano para a Igualdade Equidade de Género (ICIEG), assinaram um protocolo de parceria institucional.

A assinatura deveu-se ao facto das duas partes reconhecerem a importância da cooperação no domínio da promoção da igualdade de género e da prevenção da Violência Baseada no Género existente na sociedade cabo-verdiana.

Neste sentido, as duas organizações se comprometem a ajustar os seus esforços, trabalhar e consolidar as suas ações com o objetivo de promover uma sociedade em que a Violência Baseada no Género seja erradicada e que haja o respeito efetivo pelos direitos humanos.

A assinatura aconteceu hoje na sede das Nações Unidas em Cabo Verde, e foi rubricado justamente no dia internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, que este ano se assinala sob o lema “financiar, prevenir, proteger e coletar dados”.

Mário Semedo: É uma assinatura muito importante pois é uma luta de todos. Enquanto instituição podemos colaborar de forma a transmitir essa mensagem da não-violência, para a sociedade.

Fizemos de forma conjunta no mês passado quando Cabo Verde e Guine Conacri disputaram um jogo amigável, onde no aquecimento os jogadores da seleção tinham vestido uma camisola com a mensagem “Tubarões Azuis contra a VBG”.

É um prazer para nos estarmos aqui a assinar este protocolo e nos vamos com todo o empenho participar ativamente nesta luta.

Rosana Almeida: Houve abertura desde a primeira hora por parte da FCF e vamos mais longe nesta campanha com o forte apoio dos Tubarões Azuis. Em vez de colocarmos a mulher no centro, achamos por bem colocar os homens no centro para dizer basta. “Homens pelo fim da violência”

Ana Graça Nações Unidas: Foi com muito gosto que nos associamos a esta campanha dos Tubarões Azuis contra a violência. Hoje mais do que nunca é necessário ouvir e juntar as vozes de todos neste combate.

O evento contou com as presenças da madrinha Ana Graça, Coordenadora Residente do Sistema das Nações Unidas em Cabo Verde, e do padrinho Jeff Daigle, Embaixador dos Estados Unidos da América em Cabo Verde.

As duas instituições receberam por parte da FCF uma camisola autografada pelos jogadores da seleção principal.