A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) apresentou na manha desta terça-feira, 28 de Janeiro de 2020, a nova equipa técnica que terá como novo líder Pedro Leitão, conhecido no Mundo do futebol por Bubista.

‘Bubista’, de 49 anos, é o novo selecionador nacional e terá como adjunto Humberto Bettencourt, que também foi hoje apresentado.

Mario Semedo, Presidente da FCF, na companhia de Inácio Carvalho e Luís Semedo, membros da Direção da FCF, fez a apresentação do perfil de ‘Bubista’ e pediu aos cabo-verdianos que apoiem esta nova equipa técnica para que todos juntos possamos enfrentar as duas competições tendo em vista a qualificação. Reforçou ainda que a equipa técnica tem todo o apoio da Direção da FCF, pois o objectivo de todos é o mesmo, as qualificações.

Bubista e Humberto vão ser treinadores a tempo inteiro a nível nacional para estarem focados na seleção. 

Perguntado sobre o porque da aposta num selecionador nacional, Mario Semedo explicou dizendo: “Os selecionadores nacionais tem competência. Os melhores resultados nacionais foram com treinadores nacionais, desde a época de Armandinho, passando por Oscar Duarte, que venceu a Taça Amílcar Cabral, e Lucio Antunes que levou Cabo Verde ao primeiro CAN, na qual nessa ultima equipa, fazia parte Bubista. Penso que há razões fortes para a nossa aposta nestes treinadores nacionais”.

A equipa técnica, numa primeira fase, será até ao ultimo jogo de qualificação para o Mundial 2021, jogo este que será em Outubro de 2021. 

Depois da intervenção do Presidente da FCF, seguiu-se as primeiras palavras do novo Mister.

“Queria agradecer a confiança da Direção da FCF, é a realização de um sonho e farei tudo o que estiver ao meu alcance para que os cabo-verdianos tenham orgulho da nossa seleção”, começou por dizer Bubista, que, quanto a convocados, não descartou nenhum jogador.

“O Mais importante é dar confiança a todos os jogadores independentemente da idade. O critério das chamadas será a competência”.

“Queremos que todos apoiem a seleção e quando isso acontece ha mais mural para alcançar a vitoria. Queremos mais aproximação das pessoas a seleção”.

Quanto a qualificação para o CAN e o Mundial, Bubista não poupou nas palavras e cheio de confiança afirmou que há condições para tal.

“Temos condições para estar no CAN, ainda não ganhamos nenhum jogo mas também não perdemos. Temos condições e vamos tentar estar o mais próximo da qualificação”.

O primeiro desafio da nova equipa técnica será em Março, na jornada dupla quando Cabo Verde defrontar o Ruanda para a terceira e quarta jornada, do Grupo F, de qualificação para o CAN 2021.

Perfil de Pedro ‘Bubista’ Leitão o novo selecionador de Cabo Verde

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *