A retoma das atividades físicas e desportivas, decidida pela Resolução Numero 05/2021, do Conselho de Ministros, para além de ser um documento regulador, deve ser encarada com muita responsabilidade num momento muito particular para o futebol cabo-verdiano, onde todos são chamados a colaborar na sua implementação, participando assim, ativamente no combate ao SARS-COV-2.

A FCF, enquanto entidade reguladora do futebol cabo-verdiano, deve ter um papel, não só na criação de condições logísticas e de higienização, mas também de controlo das medidas constantes da Resolução do Conselho de Ministros, sobretudo no que concerne a assistência do público aos jogos regionais e nacionais.

É nesta linha, e no quadro dessa responsabilidade que determina-se o seguinte:

  1. Em todas as regiões onde se vai dar inicio as provas regionais a partir do dia 13 de Fevereiro e nas semanas subsequentes, deve-se observar um rigoroso cumprimento das medidas sanitárias determinadas pelas autoridades sanitárias regionais e nacionais, nomeadamente testes, a disponibilização de álcool gel nos balneários e entrada para os balneários, desinfetante gel, máscaras e distanciamento físico antes e depois dos jogos;
  2. Devem ser postos em prática todas as medidas emanadas pela FIFA e CAF, bem ainda o regulamento de COVID-19 da FCF, que impõe regras de entrada de equipas nos balneários, aquecimento, durante o jogo, entrada para o recinto de jogo, apanha bolas, bombeiros, policia, maqueiros e proteção civil, documentos esses já distribuídos as Associações Regionais e estas aos clubes;
  3. Proibir entrada de público em todos os jogos dos Campeonatos Regionais, independentemente de possíveis autorizações de autoridades regionais e mesmo em ilhas onde a situação epidemiológica seja considerada controlada, não pondo em risco e em nenhum momento, a propagação do vírus;
  4. A entrada de espectadores para estádios, far-se-á de acordo com o ponto 9 da resolução do conselho de ministros, que abre a possibilidade de entrada de publico em 25% da lotação do Estádio, mas em circunstancias devidamente articulada entre a FCF e as autoridades sanitárias, de segurança e de fiscalização nacionais;
  5. Para cada jogo, só serão permitidas entradas para assistência ao jogo de elementos das duas direções dos clubes em prova, de jogadores não convocados, de membros da direção da Associação Regional, dos Presidentes das Câmaras e Assembleias Municipais e Vereadores das Câmaras Municipais, Comandante Regional da Policia Nacional, Comandante dos Bombeiros, da Proteção Civil, Delegado de Saúde e do delegado da IGAE.
  6. A FCF, congratula-se pela a iniciativa da várias regiões do país em dar inicio as provas Regionais, com destaque para as regiões da Boa Vista e Santiago Norte, cujos campeonatos terão inicio esta semana, e exorta-os ao máximo cumprimento rigoroso de todas as regras sanitárias existentes no combate ao SARS-COV-2.

 

Cidade da Praia, 12 de Fevereiro de 2021

Mário Semedo

Presidente da Direção da FCF

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *